top of page
  • Foto do escritorAGM

Fortalecendo e Apoiando o Pequeno: Nossa Missão pelas Microcervejarias

O setor cervejeiro no Brasil enfrenta um dos seus maiores desafios: a carga tributária. Com alíquotas que figuram entre as mais elevadas da América Latina, a taxa tributária representa até 56% do preço final da cerveja, conforme revelado por um estudo da FGV.


Nesse contexto, a proposta de isenção do Imposto Seletivo para cervejarias enquadradas no Simples Nacional surge como um alívio tão necessário quanto esperado. Inicialmente apresentada pela Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (@abracervaoficial), essa iniciativa ganhou o apoio irrestrito de várias entidades representativas do setor cervejeiro. Com respaldo do Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (@sindicerv), da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), da Federação Brasileira das Cervejarias Artesanais (Febracerva) e total apoio da AGM, a proposta se tornou um símbolo de união e cooperação em prol do setor.


“A Associação Gaúcha de Microcervejarias, apoia totalmente a proposta de isenção do Imposto Seletivo para cervejarias enquadradas no Simples Nacional. Este é um passo crucial para aliviar o fardo tributário que recai sobre as pequenas microcervejarias, permitindo-nos não apenas sobreviver, mas também prosperar e contribuir significativamente para a riqueza e diversidade do mercado cervejeiro brasileiro. Estamos unidos nessa batalha pela justiça fiscal e pelo estímulo ao desenvolvimento sustentável do nosso setor”, declarou o presidente da AGM, Filipe Bortolini.

Atualmente, estima-se que 83% das cervejarias brasileiras estejam enquadradas no Simples Nacional. “Ficamos um ano estudando o impacto do imposto seletivo dentro da Câmara Setorial da Cerveja no Ministério da Agricultura e conseguimos demonstrar que o segmento todo é beneficiado com uma tributação específica para as empresas do Simples. A estrutura e recursos das cervejarias artesanais é muito diferente das grandes cervejarias. A cerveja é um patrimônio do Brasil e consenso demonstra a união do segmento”, disse o presidente da Abracerva, Gilberto Tarantino.


A luta pela isenção do Imposto Seletivo representa, portanto, não apenas um interesse econômico, mas uma batalha pela preservação e estímulo ao desenvolvimento das pequenas microcervejarias, que são fundamentais para a diversificação e a qualidade do mercado cervejeiro brasileiro.


Junte-se a nós na missão de defender as microcervejarias contra o aumento de impostos. Cada gole conta, cada voz importa. Vamos preservar a diversidade, a inovação e o sabor único das pequenas cervejarias. Juntos, somos mais fortes. Juntos, podemos fazer a diferença. Apoie as microcervejarias - o futuro da cerveja está em nossas mãos!

 

 

 

 

 

23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page