• AGM

Conheça a Federação Brasileira das Cervejarias Artesanais (Febracerva)

O mercado de cervejas artesanais do Brasil vem, a cada dia, se tornando mais forte e importante, não apenas para a economia do país, mas também para a cultura. Afinal, em torno das principais marcas de cervejas artesanais giram eventos gastronômicos, festivais e, até mesmo, o turismo cervejeiro.


No papel desde 11 novembro de 2020, mas divulgada somente no mês de fevereiro, o setor de cervejas artesanais ganhou uma nova entidade em prol de melhorias. A Federação Brasileira das Cervejarias Artesanais (Febracerva) nasce com o intuito de unificar associações de microcervejarias de todo o Brasil, com pautas voltadas exclusivamente para a indústria.


Com atuação em todo Brasil, a entidade é formada por produtores de cervejas artesanais e tem como presidente Marco Falcone, proprietário da cervejaria Falke Bier (MG) e vice-presidente do Sindibebidas MG. Falcone explica que diante de algumas situações adversas, como a reforma tributária, que impactou muitas cervejarias, e de outras atitudes do governo, constatou-se uma necessidade maior de aproximação do Congresso Nacional.


“Na falta de ter uma entidade voltada exclusivamente para a indústria de cerveja artesanal, decidimos aglutinar as associações estaduais e girar todas em um mesmo centro, fundando, então, a Febracerva. É uma entidade independente que engloba apenas a indústria e não estamos de forma alguma rivalizando com a Associação Brasileira de Cervejas Artesanais (Abracerva). Inclusive, praticamente todos os associados continuam lá. É outro intuito, envolver exclusivamente a indústria”, conta o presidente.


Como vai funcionar?


Com sede em Brasília, a entidade vai trabalhar com todas as regiões através das associações. Ou seja, para se associar, é preciso que a pessoa jurídica já esteja vinculada a alguma associação da sua cidade ou estado e informe o desejo em se associar também à Febracerva.


Primeiras pautas


Apesar da divulgação recente, a entidade já vem trabalhando em prol de melhorias para a cadeia produtiva. “Estamos em pleno vapor, com assuntos em andamento. Estamos em contato com a Associação Brasileira das Indústrias de Vidro (Abividro), Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confeia); Conselho Federal de Química (CFQ); Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), além de estarmos tratando assuntos sobre responsabilidades técnicas, logística reversa de vidros e varias outras ações que o setor necessita.


Conheça a diretoria


Presidente: Marco Falcone – Cervejaria Falke Bier (MG) e vice-presidente do Sindibebidas (MG)

Vice-presidente: Alexandre Mello – Cervejaria Itajahy (SC) e Associação das Microcervejarias de Santa Catarina (Acasc)

Presidente do conselho: Diego Machado – Cervejaria Malvadeza (RS) e Associação Gaúcha de Microcervejarias (AGM)

Diretor Administrativo-financeiro: Gregório Ballarotti – Cervejaria Louvada (MT)

Secretário-geral: Anuar Tarabai – Cervejaria F#%*ing Beer (PR) e Associação Paranaense de Microcervejarias (Procerva)

Diretor jurídico: Marco Piacentini – Cervejaria Kessbier (MT)

Diretor de relações governamentais: Cervejaria Colombina (GO)

Conselheiros fiscais: Bruno Parreira – Cervejaria Küd (MG); Ronaldo Flor – Cervejaria Gauden Bier (PR); Wagner Falci – Cervejaria Daoravida (SP); João Giovanella – Cervejaria Salva (RS).


Fonte: Revista da Cerveja





#agmicrocervejarias #cervejariasgauchas #cerveja #instabeer #beerlover #cervejaartesanal #craftbeer #CervejaIndependente #BebaLocal #RioGrandedoSul

6 visualizações0 comentário